O caminho...

Intento, ainda acanhada, entregar-me às letras, sílabas, palavras, frases e o que se pode obter dessa junção. Coisa linda a mistura das palavras.


Sempre fui encantada pela nossa Língua e tive a oportunidade de ter como mentora, na antiga quinta série, a professora de LP Maria Alice.

Seu saber e envolver a todos nós, seus alunos, fez-me, literalmente, apaixonar-me por uma mulher aos onze anos de idade

Paixão platônica, pueril, inocente e verdadeira. Nascida da admiração do saber e ir além fazendo os outros também participarem desse conhecimento espetacular, quanto se trata de se entregar à Língua Portuguesa.

Vivo pelos cantos, tanto internos quanto externos, de caderneta em punho e caneta entre os dedos. Do nada, vejo uma imagem ou ouço uma palavra perdida num bar e dali parto para uma história vinculada à alguma vivência minha, da infância difícil até a executiva promissora, e me abro para o mundo das letras.

Meus dedos percorrem rapidamente a caderneta anotando o que me for possível trazer à tona, num momento posterior, de pura entrega, dedicar-me a misturar palavras, ritmos, sentidos, além, de uma boa dose de singularidade.

É assim que construo sem pressa meus poemas, versos, sonetos, também minhas crônicas, prosas e contos.

Foi a poesia que me salvou de me destruir na minha mais pura e insólita melancolia.

Foi a poesia que me salvou de mim mesma, impediu que eu ultrapassasse a linha da imaginação e fosse para algum lugar nunca antes visitado.

É a poesia, o verso, a magnitude da construção literária que me mostram quem realmente sou.

Oras posso valer até um milhão, mas sei tão bem que não valho sequer um tostão.

Humana sou.

domingo, 4 de abril de 2010

by Joni Mitchell

Os Dois Lados, Agora

Cachos que deslizam dos cabelos dos anjos
E castelos de sorvete no ar
E canyons de penas em todo lugar
Eu olhava para as nuvens desse jeito...

Mas agora elas só bloqueiam o sol
Elas chovem e neva em todo mundo
Tantas coisas eu teria feito
Mas as nuvens estavam no meu caminho
Eu tenho visto os dois lados das nuvens agora

E cima e de baixo, e ainda de alguma forma
São as ilusões das nuvens que eu me recordo
Eu realmente não conheço bem as nuvens.

Luas, junhos e rodas gigantes
A súbita vontade de dançar que você sente
Como se os contos de fadas se tornassem reais
Eu olhava para o amor desse jeito.

Mas agora isso é só mais um show
Você os deixa rindo quando você parte
E se você se importa com isso, não deixem eles saberem
Não traia a você mesmo

Eu tenho visto os dois lados do amor agora
Do dar e do tomar, e ainda de alguma maneira
São as ilusões do amor que eu me recordo
Eu realmente não conheço bem o amor.

Lágrimas, medos e o sentimento de orgulho
Para dizer ?eu te amo? bem alto e claro.
Sonhos, planos e platéias de circos
Eu olhava para a vida desse jeito.

Mas agora velhos amigos estão agindo estranho
Eles mexem suas cabeças, eles dizem que eu mudei
Bem...algo está perdido, mas algo está ganho
Vivendo todos os dias.

Eu tenho visto os dois lados do amor agora
Do dar e do tomar, e ainda de alguma maneira
São as ilusões do amor que eu me recordo
Eu realmente não conheço bem o amor.
Eu tenho visto os dois lados da vida
Do ganhar e do perder, e ainda de alguma forma
São as ilusões da vida que eu me recordo
Eu realmente não conheço bem a vida.


Both Sides Now

Rows and flows of angel hair
And ice cream castles in the air
And feather canyons everywhere
I've looked at clouds that way

But now they only block the sun
They rain and snow on everyone
So many things I would have done
But clouds got in my way
I've looked at clouds from both sides now

From up and down, and still somehow
It's cloud illusions I recall
I really don't know clouds at all

Moons and Junes and Ferris wheels
The dizzy dancing way you feel
As ev'ry fairy tale comes real
I've looked at love that way

But now it's just another show
You leave 'em laughing when you go
And if you care, don't let them know
Don't give yourself away

I've looked at love from both sides now
From give and take, and still somehow
It's love's illusions I recall
I really don't know love at all

Tears and fears and feeling proud
To say "I love you" right out loud
Dreams and schemes and circus crowds
I've looked at life that way

But now old friends are acting strange
They shake their heads, they say I've changed
Well something's lost, but something's gained
In living every day

I've looked at life from both sides now
From win and lose and still somehow
It's life's illusions I recall
I really don't know life at all
I've looked at life from both sides now
From up and down, and still somehow
It's life's illusions I recall
I really don't know life at all
Postar um comentário